As últimas notícias sobre Influencer Marketing

A ascensão de novos tipos de influenciadores – Micro influenciadores

Francisco Ascensão
Francisco Ascensão


Uma questão de números

Atualmente os influenciadores são, em grande medida, uma parte importante da estratégia de marketing de quase todas as empresas.

Mas, o que sabem os marketeers sobre os influenciadores? Muito pouco.

Até agora, a prática atual tem sido o contacto pessoal, restringido a uma ou duas dezenas de influenciadores. Os mais óbvios. Bloggers ou Youtubbers com grande número de seguidores ou celebridades, têm sido os mais procurados pelas marcas. Mas, como celebridades, eles não gostam que a sua mensagem seja controlada, estabelecendo condições e requisitos e, sobretudo, pretendem ser pagos. São a A-list.

Assim, a utilização de influenciadores numa estratégia de marketing tem sido uma questão de números: Alinhar-se com a pessoa com o maior número de seguidores para obter resultados.

Impactos de maior valor

Mas hoje, o alcance não significa tudo. Assistimos a uma mudança de direção com a adoção de estratégias que se centram nos aspetos qualitativos em vez de se centrarem nos aspetos quantitativos da influência nas redes sociais.

Autenticidade, storytelling mais profundo, maior compromisso e o potencial de chegar a um público mais específico estão a levar as marcas a considerar outro tipo de influenciadores. Cada vez mais, as marcas recorrem a pessoas com um menor número de seguidores para partilhar as suas mensagens.

Young woman with hat

Apostar nos micro influenciadores

São os chamados “micro-influenciadores” – usuários diários de redes sociais com menos de 10 000 seguidores.

Actualmente, há dezenas de milhões de influenciadores normais, não profissionais. Quando combinados, têm um público suficientemente grande, através do alcance coletivo, para marcar a diferença, através de conversas e tendências, de forma poderosa nas redes sociais.

Gerir 2, 5, 10 influenciadores da A-list pode ser muito complicado. Imaginemos agora o que é trabalhar simultaneamente com centenas, ou mesmo milhares de influenciadores de Long Tail ou Magic Middle. Identificar pessoas influentes fora deste ecossistema da A-List tem sido um dos principais desafios para os marketeers.

Hoje em dia, através de plataformas como a Youzz, é possível identificar e gerir milhares de influenciadores ao mesmo tempo. Lembre-se, os influenciadores com um público mais pequeno têm taxas de participação mais altas. Agrupá-los e proporcionar-lhes escala pode ser tremendamente eficaz. Muito mais eficaz do que trabalhar apenas com alguns A-list.

É a matemática

Devemos também considerar a mudança nos algoritmos das redes sociais, que estão a reduzir cada vez mais os níveis de participação. Cada vez que, nas redes sociais, um influenciador alcança uma massa crítica de seguidores, a participação da sua audiência começa a diminuir. Este efeito não é positivo para as campanhas das marcas, especialmente quando existem investimentos avultados.

No campo de influencer marketing, a segmentação é absolutamente crucial. Não basta segmentar influenciadores considerando apenas o número de seguidores. Necessitamos de ter em consideração o que representam em termos de características semelhantes e compromisso com os seus seguidores.

Também é simples matemática. Se uma companhia de roupa desportiva, por exemplo, colabora com uma celebridade com 1 milhão de seguidores, poderá ter um grande alcance, mas 90% desse alcance será perdido em pessoas que não têm interesse em desporto. Teria muito mais sentido ativar 500 auto proclamados atletas cujos seguidores estão realmente interessados em desporto e muito mais apaixonados.

O poder do influencer marketing

Isto só é possível através de plataformas tecnológicas como Youzz. Com um modelo opt-in, a Youzz funciona como um mercado entre marcas e influenciadores, criando um perfil incrivelmente detalhado de cada influenciador e do seu público, à sua disposição para que possa usar o poder do marketing de influenciadores em toda a sua extensão.

Youzz simplifica o influencer marketing.

Deixa um comentário

Francisco Ascensão

Comecei a Youzz em 2009 e entrei no mundo do Influencer marketing. Em 2010, juntei-me com o Salvador e, juntos, decidimos conquistar o mundo. Até essa data estive em modo preparação, a aprender e a experimentar, para finalmente poder agarrar o “bicho” do empreendedorismo. Tudo foram boas experiências. Desde vender Schweppes e Trinaranjus a cafés e restaurantes, a ouvir mais de 50 nãos por dia, à criação de planos de marketing e trademarketing com autonomia total, no Grupo Gillette Portugal. Mas a experiência nunca fica completa se não experimentarmos o outro lado, neste caso, no Waygroup, onde durante 5 anos pude gerir agências de marketing e comunicação. Presentemente, o desafio é enorme – construir a maior rede global de influenciadores. Para todos os que o são, só há um lugar – a Youzz. Sejam bem-vindos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons